Quinta-feira, 11 de Fevereiro de 2010

O Entrudo está à porta

 

 
 
«“É Entrudo vale tudo.”
“É Carnaval ninguém leva a mal.”
Recordo de no meu tempo de criança e jovem se fazerem as “cegadas”. Eram como que um teatro de rua, que satirizava algum acontecimento local que tivesse dado brado na terra, até mesmo as discussões e quezílias por causa das valas, dos caminhos, etc.…
Quase sempre estes grupos vinham dos lados da vila de Ílhavo, já disfarçados, e assentavam arraial onde eles entendiam que se juntava mais gente para apreciar o seu, chamemos-lhe, espectáculo.
Os gafanhões assistiam e gostavam de ver, comentando depois quem teria sido o ou a satirizada e, por um ou outro detalhe, quantas vezes se descobria.
Naqueles três dias havia que folgar, esquecer um pouco as mágoas. Curiosamente, os entrudeiros até conseguiam espalhar um pouco da sua, por vezes ruidosa, alegria, ou do seu passar sisudo e quieto que era motivo de chacota, pelo menos para a pequenada que se metia com eles. Ameaçavam os pequenos com a sua bengala ou com o seu varapau ou cajado, mas nunca lhes tocavam, era engraçado!
Actualmente nada disto se vê.»
 
Para ler todo o texto de Teresa Reigota, publicado no seu livro "Gafanha: O que ainda ouvi, vi e recordo", clique aqui
publicado por Fernando Martins às 22:05
link do post | comentar | favorito
 O que é?

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Voltei à casa antiga

. Estória das secas

. Amanhã vamos ter nordeste

. Bispo de Aveiro: D. João ...

. Festa da Senhora dos Nave...

. Ruas da Gafanha da Nazaré...

. Protestantismo na Gafanha...

. Visita Pastoral de D. Man...

. FAMILIAS TRADICIONAIS NA...

. Cortejo a favor do Seminá...

.arquivos

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds