Quarta-feira, 22 de Outubro de 2008

O trabalho não azeda

:
O trabalho não azeda. (o trabalho pode esperar sem consequências de maior) Claro que isto se referia ao trabalho agrícola, num ambiente marcadamente rural. A escolha do dia para “semear” as batatas, plantar as couves ou regar o milho, era aleatória. Os agricultores de então trabalhavam muito, de sol a sol! Despendiam muito esforço físico, na labuta da sua jorna, o que se resolvia, facilmente, com uma boa noite de sono. Não tinham stress, estes trabalhadores rurais, nada que se comparasse aos nossos dias. Eles próprios tinham autonomia para fazer os seus horários! Nesta situação, estavam equiparados aos executivos das grandes empresas, que gozam de isenção de horário de trabalho!

Madona
~:
publicado por Fernando Martins às 21:11
link do post | comentar | favorito
 O que é?

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Voltei à casa antiga

. Estória das secas

. Amanhã vamos ter nordeste

. Bispo de Aveiro: D. João ...

. Festa da Senhora dos Nave...

. Ruas da Gafanha da Nazaré...

. Protestantismo na Gafanha...

. Visita Pastoral de D. Man...

. FAMILIAS TRADICIONAIS NA...

. Cortejo a favor do Seminá...

.arquivos

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds